Antena Livre

“10 recomendações de medidas práticas” a adotar nesta época festiva pela DGS

Ontem a Direção Geral da Saúde retomou as conferências de imprensa. O ‘briefing’ contou com a presença do subdiretor-Geral da Saúde, Rui Portugal.

O responsável começou por aproveitar o momento para falar da quadra festiva que se avizinha, reiterando os apelos que tem sido feitos pelas autoridades e Governo para que a população planeie o Natal e o Ano Novo, tendo em conta os “novos tempos e a situação pandémica que vivemos”.

O responsável pela DGS alerta que as cozinhas são, nesta altura de encontros, “locais de alto risco”.
Neste planeamento entre familiares, Rui Portugal aconselhou ainda que se faça uma gestão das expectativas, sobretudo, das crianças e dos mais velhos. Para ajudar nesta tarefa, o subdiretor-Geral da Saúde apresentou um conjunto de “10 recomendações de medidas práticas” a adotar para as festas que estão à porta:

1 – Cumprir todas as regras que estejam em vigor relativamente ao nosso concelho, região ou país;
2 – Se estiver doente, se conhecer alguém com sintomas ou que tenha sido vetado a isolamento profilático, têm de cumprir as regras. Os que lhe estão próximos têm o dever de lhes prestar assistência;
3 – Reduzir os contactos antes e durante da época festiva. Quatro ou cinco pessoas além dos coabitantes;
4 – Em todos os contactos, reduzir todo o tempo de exposição. Em vez de estarmos reunidos cinco ou seis pessoas por hora, reduzir para uma ou duas. Saber usar os espaços exteriores;
5 – Reduzir os contactos familiares. Família deve ser considerada os coabitantes;
6 – Devemos limitar os contactos com visitas rápidas no quintal ou no patamar das escadas;
7 – Distanciamento físico em todas as ocasiões. As cozinhas serão nesta altura locais de alto risco;
8 – Espaços arejados e maiores são de maior proteção, mas não são isentos de risco;
9 – Lavar e desinfetar as mãos frequentemente, cumprir a etiqueta respiratória, utilização da máscara de forma adequada em espaços fechados ou no exterior se não for garantido o distanciamento;
10 – Objetos comuns: atenção à partilha de talheres e copos. Utilização moderada de todo o tipo de substância que possam trazer maior efetividade.

Mais Lidas

Mais lidas