Antena Livre

Gabinete técnico florestal de Fornos de Algodres monitoriza parasitoide

O gabinete técnico florestal da Câmara de Fornos de Algodres recolheu na semana passada galhas de castanheiro, no âmbito dos trabalhos de monitorização do parasitoide “Torymus sinensis”.

O objetivo é verificar «a eficácia da ação biológica efetuada nos anos transatos com a libertação de insetos “bons” para o controlo da praga que afeta os castanheiros, ou “vespa da galha do castanheiro”. Este inseto ataca vegetais como a castanha, «induzindo a formação de galhas nos gomos e folhas, provocando a redução do crescimento dos ramos e a frutificação, podendo diminuir drasticamente a produção e a qualidade da castanha e conduzir ao declínio dos castanheiros», refere a autarquia. A iniciativa realiza-se em parceria com a REFCAST- Associação Portuguesa da Castanha, o INIAV – Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária e a UTAD – Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro.

Mais Lidas

Mais lidas