Antena Livre

Governo prolonga período critico de incêndios até 10 de outubro

A decisão do governo foi tomada devido à previsão de tempo seco e quente. Num despacho do secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Miguel Freitas, publicado nesta segunda-feira em Diário da República, é referido que o período crítico é prorrogado até 10 de outubro devido à previsão da “manutenção do risco de incêndio rural em níveis elevados”.

A época de fogos considerada mais crítica terminava neste dia 30 de setembro, com uma redução de meios na primeira metade do mês de outubro, que seria maior a partir do dia 15.

Em causa estão as condições do tempo previstas para os primeiros 10 dias de outubro, de temperaturas com valores acima do que é normal para a época, uma baixa probabilidade de ocorrência de chuva, com tendência para tempo seco e quente em todo o território nacional”, de acordo com o despacho.

Assim, segundo a nota do Governo, divulgada pela Lusa, durante o período crítico de incêndios, nos espaços florestais ou agrícolas, é proibido fumar, fazer lume ou fogueiras, fazer queimas ou queimadas, lançar foguetes e balões de mecha acesa e fumigar ou desinfestar apiários, salvo se os fumigadores estiverem equipados com dispositivos de retenção de faúlhas.

De salientar que segundo a Sic Notícias, desde maio a Polícia Judiciária deteve 37 pessoas pelo crime de incêndio florestal. 8 foram detidas em Viseu. Viseu é assim o distrito com mais detidos. A média de idades dos suspeitos é a inferior a 40 anos.

Mais Lidas

Mais lidas