Antena Livre

Início do ano letivo 2021-2022 com alívio de restrições devido à Covid-19

O início do novo ano letivo vai ficar marcado pelo alívio de algumas restrições devido à pandemia de covid-19, em especial as situações de isolamento profilático em casos de contactos de baixo risco, que mais flexíveis, mas as orientações da Direção-Geral da Saúde (DGS) dizem que vai continuar a ser obrigatória a utilização de máscara e todos os serão testados antes do regresso às aulas.

No próximo ano letivo, turmas inteiras já não serão obrigadas a quarentena de duas semanas sempre que seja detetado um caso positivo, e nos contactos considerados de baixo risco ou com teste negativo os alunos devem regressar à escola.

Nos casos de focos de contágio e situações de surto, as autoridades de saúde podem determinar o encerramento de uma ou mais turmas ou zonas da escola, ou de todo o estabelecimento de ensino.
O próximo ano letivo, que arranca entre 14 e 17 de setembro e tal como aconteceu quando as escolas reabriram em abril, vão repetir-se os rastreios antes do início das aulas, a professores e funcionários de todos os níveis de ensino e aos alunos a partir do 3.º ciclo.