Antena Livre

Ministro do ambiente diz que só há água na região para cerca de 20 dias

Estamos a entrar em mais uma semana sem previsões meteoriológicas a apontar para a queda de chuva, João Matos Fernandes, ministro do ambiente, disse na RTP que a situação de seca severa que se vive na região de Viseu é diferente da que se passa no resto do país.

Estamos a entrar em mais uma semana sem previsões meteoriológicas a apontar para a queda de chuva, João Matos Fernandes, ministro do ambiente, disse na RTP que a situação de seca severa que se vive na região de Viseu é diferente da que se passa no resto do país.

“Viseu, Mangualde e Nelas são o unico caso de aglomerado urbano com dimensão, que sendo abastecido por águas superficiais não tem água para um ano, todos os outros casos têm, mas aqui só há água para cerca de 20 dias”, afirmou.

O governante anunciou ainda o reforço do número de camiões que vão continuar a abastecer a barragem de Fagilde. “Temos trabalhado muito com as autarquias com a certeza que tudo estamos a fazer para que a água não falte nas torneiras. Estes três concelhos precisam de 15 mil metros cúbicos por dia e que retiravam da albufeira de Fagilde, mas lá agora há pouco mais de 140 mil metros e por isso a partir das Águas de Portugal estamos a disponibilizar 10 mil metros cubicos que estão a ser transportados por camiões cisterna. Vamos intensificar esta operação com o aumento do número de camiões, vão ser cerca de 40 por dia”, anunciou.

João Matos Fernandes não exclui também o transporte de água via linha férrea até Mangualde. “Não está afastada, mas queremos fazer o transporte o mais perto possível. O comboio é claramente o plano B, se por alguma razão a água as albufeiras vizinhas não possam ser transportadas para Fagilde, então temos de ir buscar mais longe e aí sim, levá-la-emos de comboio para Mangualde”, aponta.

O ministro do ambiente anunciou ainda que a Câmara Municipal de Viseu “conseguiu reativar uma antiga nascente subterrânea que a partir desta segunda ou terça feira vai começar a contribuir com cerca de três mil metros cúbicos por dia para alimentar a rede pública”.

A Barragem de Fagilde abastece 130 mil pessoas dos concelhos de Mangualde, Nelas, Viseu e Penalva do Castelo. Neste momento está a 10 por cento da sua capacidade.

Mais Lidas

Mais lidas