Antena Livre

Retrato do desempenho dos alunos no distrito da Guarda

Nesta região, de acordo com dados avançados pelo “Jornal de Notícias”, o desempenho dos alunos é classificado como “mau” em apenas dois concelhos: Almeida e Figueira de Castelo Rodrigo.

Nesta região, de acordo com dados avançados pelo “Jornal de Notícias”, o desempenho dos alunos é classificado como “mau” em apenas dois concelhos: Almeida e Figueira de Castelo Rodrigo.

Num município em que, de 2013 a 2015, o indicador socioeconómico se situava nos -0.10, os estudantes figueirenses que estiveram à prova nos exames do 4º ano obtiveram a pior classificação a nível distrital com apenas 82,63 valores. O resultado não foi melhor nas provas do secundário (2009-14), com 81,75 valores. Em Almeida, o desempenho dos alunos nos exames do secundário ficou aquém com 82,12 valores, que de resto foi classificado como “bom” (nos exames do 4º e 6º ano) e “sofrível” (nos exames de 9º ano). Na linha da frente está a capital de distrito. Em média, o desempenho escolar no concelho da Guarda situa-se nos 104,87 valores, seguido de Manteigas com uma performance na ordem dos 102,90 valores. Nos exames do 4º ano, o município com melhor desempenho escolar foi Manteigas (107,75), à frente de Pinhel (107,68) e Guarda (106,29).

Também os concelhos de Trancoso (103,32), Fornos de Algodres (103,02), Aguiar da Beira (102,60), Seia (101,24) e Almeida (100,15) tiveram um “bom” desempenho escolar, com valores acima dos 100. Já os resultados obtidos nos concelhos do Sabugal, Gouveia, Mêda, Vila Nova de Foz Côa e Celorico da Beira foram classificados como “sofrível” e “em risco”, com 99,72; 95,87; 94,63; 94,40 e 93,17 valores, respetivamente. Nos exames do 6º ano os valores por concelho, entre 2012 e 2015, registam algumas diferenças. Aqui, o concelho com melhor desempenho escolar foi novamente Manteigas, com 116,69 valores. Seguem-se Trancoso (106,60) e Guarda (106,55). Ainda com um desempenho classificado pelo JN como “bom” surgem Almeida (103,59), Sabugal (102,85), Gouveia (101,23) e Seia (100,48).

No patamar “sofrível” está o desempenho dos alunos de Aguiar da Beira, Pinhel, Fornos de Algodres e Celorico da Beira com 99,45; 97,49; 96,60 e 95,23, por esta ordem. “Em risco” estão Vila Nova de Foz Côa (93,89), Mêda (86,28) e Figueira de Castelo Rodrigo (85,37). Nos exames do 9º ano, e com um indicador socioeconómico “bom” (2009-14) em todos os concelhos, o município que regista melhor desempenho escolar é Fornos de Algodres (109,06), à frente da Guarda (108,08). Ainda acima dos 100 valores surgem os concelhos de Trancoso (104,41), Aguiar da Beira (101,79) e Seia (100,20). Classificado como “sofrível” está o desempenho escolar de Manteigas (99,59), Gouveia (99,03), Sabugal (98,87), Pinhel (98,29) e Almeida (98,28). Já “Em risco” foi considerado o caso dos alunos de Celorico da Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Mêda e Vila Nova de Foz Côa, com 94,24; 93,59; 93,42 e 91,06 valores, respetivamente.

Nos exames do secundário os números, relativos a 2009-14, não são nada animadores, com os municípios a registarem um desempenho escolar “sofrível”, “em risco” e “mau”. Os piores valores verificam-se em Almeida (82,12) e Figueira de Castelo Rodrigo (81,75). “Em risco” ficou o desempenho dos alunos de Pinhel (94,93), Seia (94,64), Mêda (91,70), Sabugal (90,79), Gouveia (90,78), Trancoso (88,28), Celorico da Beira (88,18), Vila Nova de Foz Côa (87,95) e Manteigas (87,58). No patamar “sofrível” ficou a Guarda, seguida de Aguiar da Beira e Fornos de Algodres, com 98,56; 97,26 e 95,45 valores, por esta ordem.

Mais Lidas

Mais lidas