Antena Livre

Três escolas da região incluídas no programa nacional para remoção de amianto

Treze escolas da região foram incluídas no programa nacional para a remoção do amianto dos estabelecimentos de ensino. As candidaturas foram apresentadas pelos municípios de Aguiar da Beira, Belmonte, Covilhã, Fornos de Algodres, Fundão, Guarda, Pinhel e Seia.

As obras vão contemplar por exemplo a EB e Secundária Padre José Augusto da Fonseca (Aguiar da Beira),a EB e Secundária de Fornos de Algodres, a EB nº 2 de Pinhel ou as EB de Tourais-Paranhos e Dr. Abranches Ferrão (ambas em Seia). A nível nacional, o programa recebeu 149 candidaturas de municípios para retirar o amianto de 486 edifícios, numa verba de cerca de 78,7 milhões de euros. Na região Centro há 101 escolas candidatadas em 50 autarquias, sendo o Norte a região com mais escolas abrangidas: 176 em 49 municípios.

“O financiamento das intervenções aprovadas e que estejam previstas nos avisos de concurso será assegurado a cem por cento por fundos europeus dos Programas Operacionais Regionais Norte 2020, Centro 2020, Lisboa 2020, Alentejo 2020 e CRESC Algarve 2020», especificou o Ministério da Coesão Territorial na semana passada. O programa para erradicar o amianto nas escolas foi anunciado no início de junho do ano passado e arrancou em 7 de julho, tendo terminado no passado 20 de dezembro. A medida insere-se no Programa de Estabilização Económica e Social e permitirá a retirada do amianto destas instituições de ensino enquanto promove a dinamização económica do emprego ao nível local. A utilização de fibras de amianto foi proibida no quadro normativo nacional em 2005 e, até agora, os investimentos na requalificação e modernização de escolas permitiram proceder gradualmente à remoção de parte deste material, que ainda não foi totalmente eliminado dos edifícios escolares.